“A arte do low profile”

Você sabia que você poderia estar vivendo melhor com menos? Sim, é possível e só depende de você. Há várias formas de fazer isso. Você pode reduzir seu consumo, suas contas e se preocupar mais com seu bem-estar ao invés de consumir.

Ser low profile está ligado a isso. Uma pessoa low profile é quem é discreto, não chama a atenção e não gosta de aparecer.

Essa expressão pode ser usada em qualquer situação. Ela é comumente usada para pessoas públicas que, apesar de serem conhecidas, não gostam muito de chamar atenção.

Geralmente, uma pessoa low profile se preocupa com sua vida pessoal e bem-estar, e deixa o consumismo, comum da vida moderna, de lado.

Bem-estar

Hoje, nossa vida é muito pautada pela rotina. Acordar cedo, ir trabalhar e voltar para casa. Isso pode se tornar extremamente estressante com o passar do tempo, mas, o que pode ser feito para mudar isso?

Uma das maiores motivações para se preocupar tanto com o trabalho, e se esquecer do lazer, é o consumo. Pensando de forma simples, reduza seu consumo e poderá se preocupar com sua vida fora do trabalho.

Lógico que o trabalho faz parte da nossa vida e é praticamente impossível viver sem uma fonte de renda fixa. Mas, é possível desapegar de viver comprando coisas, que na maioria das vezes, você não precisa, e se dedicar a fazer viagens ou qualquer outra coisa que te faz bem.

Ao fazer isso, você estará priorizando seu bem-estar ao invés do trabalho. Fazendo isso, você viverá melhor com menos.

Vida sustentável

Sempre vale a pena lembrar que o consumo está totalmente ligado à poluição e, consequentemente, à degradação do meio ambiente. Por isso, dê mais atenção ao que você consome. Se preocupe com como o produto que você utiliza é produzido.

Nem precisa dizer que se você reduzir seu consumo, estará levando uma vida sustentável e, consequentemente, estará ajudando a natureza.

Liberdade x Trabalho

A liberdade é algo que todos procuram, mas, infelizmente, poucos conseguem. Muito porque, as pessoas se preocupam mais com compras do que com o bem-estar.

Muito dessa insegurança para tentar fazer o que quer está ligado ao trabalho. Claro, não dá para simplesmente parar de trabalhar e ir viver de viagens.

No entanto, é importante tentar buscar fazer o que você gosta, isso vai lhe proporcionar  a possibilidade de adequar trabalho com lazer e te trazer a sensação de liberdade, já que você não estará prezo a uma função desgastante.

Experiência

Na nossa vida, costumamos nos ligar mais aos objetos do que a experiência. Por exemplo, gastamos muito com smartphones, TVs e etc., mas viajamos pouco e passamos pouco tempo com quem gostamos.

É necessário que valorizemos mais os momentos, um passeio com a namorada, o pôr do sol, uma viagem. Se você começar a dar mais importância aos momentos, você irá perceber a diferença.

São os momentos que nos marcam e não os objetos, se tiver que escolher, escolha construir momentos intensos no lugar de comprar alguma coisa.