“Consumidor consciente” é um termo que usamos muito aqui no Alooga. Primeiramente, vamos deixar claro que todos nós somos consumidores, mesmo que nosso estilo de vida seja bem minimalista. Afinal, todos nós comemos, vestimos, moramos e, para você estar lendo isso, tem acesso à Internet de algum dispositivo. A questão é: você faz isso de forma consciente?

O que é ser um consumidor consciente?

O consumidor consciente é a pessoa que considera diversas variáveis antes de adquirir algo novo. Ir às compras com objetividade, percepção e presença é muito importante para que o impacto seja reduzido apenas ao necessário. Quando uma pessoa reconhece os possíveis desdobramentos de suas atitudes, de que forma essa decisão pode impactar a realidade, ela está sendo consciente.

De acordo com essa pesquisa divulgada em 2013 pelo Instituto Akatu, apenas 5% dos consumidores possuem padrão de consumo consciente, mas a mesma pesquisa aponta para uma mudança positiva de comportamento: os dados mostram que cerca de 63% dos entrevistados associam felicidade à saúde e ao bom convívio social e apenas 33% dos entrevistados ao consumo. Isso significa que existe grande chance da população brasileira se tornar cada vez mais consciente por entender que bens materiais podem não trazer tanta felicidade como se imaginava e, por isso, iniciar um processo de migração para novas formas de consumir mais conscientemente.

Como posso ser mais consciente?

Uma das maneiras que você pode começar a ser um consumidor mais consciente é procurar informações sobre economia colaborativa, uma das tendências do século XXI e, a medida que essa ideia ganha mais adeptos, essa prática tende a reduzir a produção, o uso de matérias primas naturais e o consumo desenfreado, diminuindo os impactos negativos no Planeta.

Nesse caminho, conhecer suas próprias necessidades é extremamente importante. Muitas vezes estamos de olho nas tendências, moda e últimas tecnologias apenas para nos destacar em algum grupo. Sendo assim, procure conhecer bem suas verdadeiras necessidades para saná-las de forma consciente. Desejos materiais, nesse contexto, também podem ser realizados, mas é importante que as escolhas sejam feitas de forma racional, refletindo bem antes de tomar qualquer decisão. Para ser consciente, atenção é necessária em todas as etapas do consumo: antes, durante e depois da compra.

Como já dito antes, todos nós somos consumidores, mas o que nos torna mais responsáveis é a forma como isso é feito. Conhecendo-se bem, você pode começar a entender, por exemplo, quando compra por impulso, como é seu padrão de compras, se planeja suas compras ou não, se está comprando para provar algo para alguém ou se está tentando fugir de um sentimento negativo e tem a ilusão de que poderá substituí-lo por um bem material.

As empresas dependem do consumidor final para sobreviverem. Enquanto nós seguirmos comprando de forma inconsciente e sem medir os potenciais impactos de nosso estilo de vida consumista, as empresas seguirão produzindo da mesma forma. A partir do momento que uma grande parte de clientes passa a exigir formas mais sustentáveis de produção e realmente impactar as empresas, elas terão que inovar na maneira de produzir, seguindo as exigências de seus clientes. Nós somos um todo feito de cada um de nós, por isso, cada indivíduo conta quando o assunto é consumo consciente.

Dizem que para mudar um hábito é preciso que seja feito um esforço de apenas 21 dias para substituir o hábito antigo pelo novo, deliberadamente, e após esse período ele se torna automático.

Para quem considera que está devendo em consciência na hora do consumo e quer entrar na onda, sugerimos que reflita, durante 21 dias, deliberadamente:

– Qual sua motivação ao comprar? Por que está comprando?
– É realmente necessário, ou é apenas um luxo que ficará no armário em seguida?
– Posso usar algo que eu já tenho, usando minha imaginação para recriar?
– Quem é meu fornecedor? Quão responsável a empresa é?
– Quanto de lixo vou produzir a partir dessa nova aquisição?
– Vou usar apenas pontualmente, então: tem no Alooga?
Se você quer ter um estilo de vida mais sustentável, qualquer escolha que fizer tem que ir de encontro, estar alinhado com seus valores e princípios. Conheça o Alooga e faça parte dessa nova realidade. Para se inspirar, veja esses artigos sobre Consumo Colaborativo e Oito Razões Para se Jogar no Consumo Colaborativo.

Comente aqui embaixo outras formas de consumidor de forma consciente e fortaleça nossa comunidade!