Você ainda não sabe o que é Couch Surfing? Esse novo conceito trata-se de um tipo de rede social, com a intenção de promover a comunicação entre turistas que buscam um lugar para se hospedar gratuitamente, e pessoas que estão dispostas a recebê-los em suas acomodações.

O nome Couch Surfing faz analogia ao “surf de sofá”, que dá entender que o turista estaria migrando de sofá para sofá, a cada destino diferente. Essa nova prática pode proporcionar experiências muito boas para as pessoas.

Hoje, vamos te contar exatamente como funciona o Couch Surfing.

Como participar do Couch Surfing
Para fazer parte do Couch Surfing, o interessado precisa realizar o cadastro nessa rede social, que já tem mais de 3 milhões de usuários, dos mais diversos lugares não só do Brasil, como do Mundo. Feito isso, você estará inserido em um meio de pessoas que buscam troca de conhecimento e cultura, e também de pessoas que gostam de receber visitantes de outros lugares em suas casas, e o mais importante, sem cobrar nada pela hospitalidade.
A ideia pode parecer meio estranha à princípio, e muitas pessoas a consideram insegura, devido à violência que presenciamos todos os dias, em todos os cantos do mundo. Mas se tornar um Couch Surfer não é tão simples quanto parece.

Antes de qualquer coisa, é preciso realizar a inscrição no www.couchsurfing.org. Depois, você será questionado sobre uma pequena contribuição para aquele site, e que fique bem claro, que isso não é obrigatório, portanto, contribui apenas quem quer. Após isso, você terá que preencher uma ficha falando um pouco mais sobre você, seus costumes, lugar de onde veio, viagens e uma série de detalhes pessoais, que fazem parte da política de segurança do site.

Você não é obrigado a responder tudo o que é perguntado, mas, para que as pessoas confiem que podem te receber na casa delas, o mais recomendável é oferecer o maior número de informações possíveis, de uma maneira amigável.
Esse formulário será como seu cartão de visita, e é por meio dele que você deve causar boa impressão, a fim de convencer o hospedeiro que está tudo bem passar alguns dias na mesma casa que você. Mais do que isso, a experiência deve ser agradável para ele, então, responda tudo detalhadamente e seja simpático.

Hospedeiro ou Turista?
Ainda nesse formulário, você também pode marcar a opção de receber alguém em sua casa ou não. Caso esteja disponível, é preciso que você ofereça uma pequena apresentação das acomodações das quais o turista pode fazer uso.
Nessa parte, é importante citar as regras de sua preferência. Se você não permite que o turista leve alguém para sua casa, por exemplo, é importante informar.

Além disso, também é recomendável pedir que ele envie pra você uma descrição específica, via e-mail, para que você consiga avaliar melhor o perfil do turista que irá receber.

Como você pode notar, existem muitos critérios para que uma pessoa passe alguns dias sob o mesmo teto que um desconhecido. Essa burocracia visa oferecer melhores condições de segurança para ambas as partes, para que dessa forma o Couch Surfing possa transmitir somente o que há de bom para as pessoas: troca de experiências, cultura e sabedoria.